visitas ao meu blog

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Sidarta Prata Cavalcante-por GuilhermeWalladares

• Nota: do artigo nº 04 para o 05º, GuilhermeWalladares,retornou 01 mês e 18 dias depois...

                                        -Sidarta Prata Cavalcante- 
                                         
O rapaz de sobrancelhas grossas e pretas, cabelos castanho claro e curtíssimo, expressivo, rosto e nariz afilado, cor branca, alto para o nível do estado do Ceará, magro e forte (não confundam com franzino como o meu terapeuta e psicólogo Dr. Everaldo Clóvis Castellani). Olhando para ele lembrava-me  um romano, camisetas coladas no corpo, suava muito, estava malhando pesado. Dedicado aos exercícios de musculação, sisudo,suas feições emitiam energias de impaciência não receptivas em dialogar quando estava envolvido nos exercícios. Como o seu desejo era ficar muito musculoso,era paciente para chegar a esse estágio,tomava produtos naturais,não era adepto de anabolizantes e drogas afim.Ele fez uma galera social que também só  falava nisso: Luíz Júnior,Fernando Júnior,Eduardo,Régis,Sílvio..quem mais??? Desejava ter o corpo do ator austríaco Arnold Schwarzenegger, que por sinal acho muito é feio!

 Contou-me que estudava em um dos colégios de São Gonçalo do Amarante-CE e como é próprio da sua idade, encontrava pessoas tiranas que instigavam ações de demonstração de forças. Em relação a esse lance de competições e brigas,acho que todos nós jovens somos confrontados com pessoas assim, que querem ser os valentões e despertar o mesmo em nós. Posteriormente também passei por isso nas escolas em que estudei, CNEC, Monsenhor Manoel Cândido e Domingos Sávio, em Baturité. Inspirado nessas questões, o norte americano escritor Stan Lee  criou o personagem Hulk. O cientista Bruce Banner,estudava sobre a força humana e  essa sobrenatural força  poderia vir de experiências com radiações gama;e acabou sendo cobaia da próprio estudo e experiência; se transformou em uma criatura musculosa,alta e verde em momentos de raiva, medo,adrenalina ou pavor.A mensagem é:que todos nós humanos temos esse Hulk dentro da gente.
   Voltando ao nosso protagonista, falava muitas bobagens para descontrair, e eu retribuía também ! Como eu era  muito infantil, gostava dos filmes da Sexta-feira 13, jason Voorhees e procurava não perder nenhum.

 Ele chegava tarde da casa da namorada e às vezes ficavámos conversando até tarde da noite! Uma vez ele dormiu lá na casa dos meus avós maternos junto com o meu pai!!no mesmo dia a tarde fomos todos, eu, ele, meu pai, Gabriel e Clarisse assistirmos Dick Tracy - no cine São Luis,centro da cidade. Ele comprou alguns posters(posters,inclusive do Tom Cruise para presentear a namorada. Com o advento da internet ai é que isso acabou mesmo.No café da manhã,adorava as tapiocas da minha 02ª mãe Maria do Socorro Moreira. Uma vez,com o seu dedo direito enxugou a lágrima do meu rosto quando chorei,na cozinha,não lembro precisamente do motivo etc etc.Também deu uma força para minha mãe na lojinha do Naturalmente. Ele curtia muito Dance Music,o famoso “som batistaca” que cheguei a colecionar  em fitas de rolos,creio eu, até finalzinho de 1998.Com o advento e as sofisticações do Cd laser acabei aos poucos perdendo o interesse pelas fitas de rolo. 
Ele trocava idéias legais com o André Cavalcante que morava no bairro Beco do Cassete que também curtia Dance Music.
 Cidadão namorador que chegou abafando com a mulherada na minha terra natal, Baturité CE no ano de 1991. Chegou nesse ano para fazer um tratamento de dente e passar um tempo ao lado do meu pai e sua segunda família que somos: minha mãe,eu,meu irmão Gabriel e minha única irmã Clarisse. 
Ele dançava muito bem e isso foi um caminho relativamente fácil na sua sociabilidade com as mulheres.Ficou com algumas delas e depois  estabeleceu um namoro com a jovem Érica Rocha.  Eu tinha 13 anos,adolescente infantil e já sentia atração pelas meninas e ia bisbilhotar as revistas que ele trazia de Fortaleza em uma mochila feia e desbotada. Na sua ausência ia lá destacava as páginas das mulheres mais gostosas e escondia na minha gaveta.
Na madrugada de abril/ 1999, a rotina,o dia-a-dia,a lucidez,inteligência,do meu meio irmão Sidarta foi interrompida em frações de segundos ou minutos.Após deixar o seu outro irmão do meio Pablue Prata depois de uma balada.Na BR-116 correspondente a Messejana confrontou-se com um brutal e infeliz acidente.Sei responder perguntas principais que foram passadas por mim através de terceiros.Outras até hoje, creio eu, que nem eu, e nem ninguém sabe responder com precisão.Parece que foi resgatado pelo corpo de bombeiros.O dia amanheceu e ele deu entrada como indigente no IJF às 10 hs da manhã.
Nesse mesmo dia, em Baturité,era uma tarde calma e estávamos em nossa casa. Almoçamos,meu pai estava morgando,eu brincando com o Guardião(*) Minha mãe organizando o quarto,fazendo colagens com suas mãos fabulosas.O mestre de obras João Mendes Feitosa tinha fechado o portão no local central há uns 03 meses.Tinha empeleitado com a minha mãe a nova entrada da casa.Estava ele lá, com um servente,o vai e vem do carro de mão, cheio de massa pronta (cimento), as batidas do tijolo com  tijolo na mão do mestre de obras, no seu trabalho de pedreiro. Fátima Almeida, que trabalhava na nossa casa. A tranqüilidade naquela tarde plena foi imterrompida com uma ligação nervosa da irmã do meu pai, Leilah, informando sobre o acidente e pedindo para ele vir imediatamente para o IJF. Todos ficamos nervosos e aflitos! Naquele momento de tensão,lembro de pegar o Guardião(*)respirar um pouco,procurando ficar calmo e ir com ele para o Poço da Moça.Era a forma que eu tinha de encontrar a paz, pelo menos temporariamente. Queríamos ele com vida!Ficou meses no hospital entre a UTI e o quarto. Visitá - lo era uma recompensa para valorizarmos e agradecer mais,cada vez mais a nossa existência,sermos gratos ao que temos.A raiva,o ego não existia naquele ser. Só paciência e doçura. Ele não tinha consciência, não lembrava quase de ninguém. Beijávamos, ele retribuía nossos beijos.Rarissímas pessoas ele lembrava.Para resumir, foram 19 anos de  vida vegetativa. Nesse momento, entendemos a nossa impotência diante do inexorável! 
.Às 09 horas da manhã de 22 de fevereiro de 2018,meu irmão partiu.Creio eu que queimou todo o seu karma nessa terra.Estava resolvendo uma burocracia junto com o meu pai, mil pessoas.Meu celular vibrou.Senti pressentimentos que ele tinha morrido.Fiquei entalado,retornei para a minha mãe;ela confirmou;almocei com o meu pai;vim com ele no apartamento; comuniquei na entrada!abracei-o!sentou-se na cadeira,começou a chorar, minha mãe o abraçou,,Gabriel estava aqui no Ceará e também o abraçou. Minha única irmã, Clarisse não estava aqui. Fomos para o velório, sepultamento em são Gonçalo do Amarante- CE, meu pai fretou um Uber,retornamos no dia seguinte bem cedo.
Tudo isso refere-se ao meu irmão mais velho o Sidarta Prata Cavalcante.Que a paz esteja com ele e que a paz esteja conosco após ele sair de tantos sofrimentos. Se eu estiver errado,quero que DEUS me ilumine em momentos que o ego não esteja comigo e sim a divindade do eterno pai supremo todo poderoso!Creio que ele ganhou um prêmio valiosíssimo: se libertou de toda essa mesquinharia e parafernália material e espiritualmente está em um lugar de paz,porquê aqui ele queimou todo o seu Karma e espiritualmente deve estar em um lugar bacana!

Guilherme  Walladares,30 de março de 2018,  sexta-feira santa.

Revisão de texto: minha mãe Regina Célia F. Castro  



                                                               

9 comentários:

piá disse...

Muito bom esse relato!! Você tem uma capacidade imensa de rememorar detalhes, isso é precioso. Nosso irmão Sidarta virou uma estrelinha!!

Pablue Prata Braga disse...

Muito bom! Realmente vc lembrou e descreveu com detalhes fidedignos a personalidade do nosso irmão. Que fique para a posteridade sua esseessê

GuilhermeWalladares disse...

Pablue,
Massaaa o teu comentário.Só n compreendi o finalzinho: "sua esse,sua esse"... quer ampliar o comentário?gostaria que vc colasse o link no face da Luar p\ela tb postar. Pode ser?

Pablue Prata Braga disse...

Muito bom! Realmente vc lembrou e descreveu com detalhes fidedignos a personalidade do nosso irmão. Que fique para a posteridade sua essência.

Boneca disse...

É, concordo com todos, sua memória é prodigiosa, revela detalhes esmaecidos pelo tempo mas que, de tão bem rememorados, nos fazem voltar no tempo, reviver de alguma maneira todos esses acontecimentos... Vida louça né mano velho, continue esses registros, também tenho feito isso porém privilegiando a nossa infância repleta de liberdade. Que a alma do nosso irmão encontre libertação, ter estado aí nos momentos finais foi muito importante! Sigamos, o tempo urge! Parabéns pelo relato precioso!

Regina Castro disse...

Como nos disse Guimarães Rosa, nós não morremos, ficamos encantados! E um dia todos iremos ficar encantados. Sidarta mora agora nos campos do Senhor!E relembrar é mágico porque é viver novamente! As histórias de vida são mágicas! Feliz quem tem histórias para contar!Muito bom, Guilherme, continue contando as suas histórias de vida e das pessoas que são significativas para você!! Muito legal! Vá em frente!

GuilhermeWalladares disse...

-Gratooooooo,pelo comentário,mãe!!muuuitooo liindooo

Claver Giovanni Silveira Pinheiro disse...

Não me lembro muito do Sidarta, tínhamos uma grande diferença de idade mas, lembro bem de ir ao hospital em um dia para visita! Depois lembro de várias vezes ir cortar cabelo com a Prata e aproveitar para uma visita! Sempre me disseram que era uma pessoa incrível, mesmo não tendo os laços estreitos, senti muito sua morte! Depois de ver o que ele passou e meu pai, também, antes de falecerem, não sei se acredito muito em Karma ou que existe algo depois mas, espero que, se houver, estejam em um bom lugar, visto que, se não me falha, meu pai era seu padrinho então, se estão por aí, devem se encontrar sempre e ter boas conversas!

GuilhermeWalladares disse...

Primo,
seu comentário achei bacana e interessante!!depois do acidente foi 19 anos de sofrimentos,foi muito braaaaboooo,bichoooo!!!quanto ao seu pai,👪 um dia a tia Giovanna revelou-me que ele me queria muito bem!!da minha parte a reciproca é verdadeira;seu pai com aquele jeito "matutão" e educado sempre querendo harmonizar conflitos.😲😲😲😲😲😲🙆🙆🙆🙆🙆😗😗 quando estiver de bobeira,gostaria tb de receber um post seu no filme que eu publiquei do seu tio,meu pai.Coloque assim no Youtube: Psfpitombeirascascavelcetogether e deixa o teu comentário lá.✋✋